História


A Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA) nasceu dos ideais do Monsenhor Albino Alves da Cunha e Silva, Padre português, nascido na aldeola de Codeçoso, província do Minho. Padre Albino tomou posse, em Catanduva, como 2º Vigário da Paróquia, no dia 24.04.1918, exatamente dez dias após a emancipação política do município.


Monsenhor Albino Alves da Cunha e Silva Apóstolo da Caridade (*21.09.1882 +19.09.1973)


Tela da fachada da Santa Casa (Fonte: Museu Padre Albino)

Preocupado com a promoção social, com a melhoria da condição de vida dos necessitados, especialmente dos doentes, Padre Albino conquistou o apoio da comunidade para a construção da Santa Casa de Misericórdia de Catanduva, nos idos de 1920, hoje Hospital Padre Albino.
Mais tarde, direcionando atenção à formação escolar do jovem, passou a buscar a instalação de escolas, surgindo a Fundação Padre Albino, em 1968. No dia 06.06.1969 a comunidade viu concretizar o sonho de um grupo de pró-homens de Catanduva, liderados pelo Monsenhor Albino – a criação da Faculdade de Medicina de Catanduva. A primeira turma da FAMECA começou em março de 1970.


Antigo prédio da FAMECA da Vila Guzzo (Foto de 1970)
             


Hospital-Escola Emílio Carlos Sede das FIPA e dos cursos de Medicina, Enfermagem e Educação Física

No final da década de 1970, o Hospital Emílio Carlos, com 33.000 m2 de área construída, destinado ao tratamento da tuberculose, foi desativado com a mudança na política de saúde pública. Em 1982, o Governo do Estado de São Paulo cedeu em comodato a administração desse Hospital à Fundação Padre Albino, para onde se transferiu a Faculdade de Medicina de Catanduva em 1983. Em 1985 iniciou-se a reativação do Hospital Emílio Carlos com abertura de ambulatórios de ensino e enfermarias clínicas.
Assim, a partir de 1985, a FAMECA passou a ter dois Hospitais-Escola: o Hospital Emílio Carlos e o Hospital Padre Albino. Em 11 de abril de 2007, a Faculdade de Medicina de Catanduva e demais Faculdades da Fundação unificaram-se, transformando-se em FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO.

 


Hospital-Escola Padre Albino